Ciúmes

Publicado: 04/24/2009 por Rodrigo Melo em Relacionamento
Tags:, , ,

Ciúme

Ciúme

Ciúme, um dos maiores destruidores de casamentos em todo o mundo. O ciúme tem vários estágios de percepção, para mim é algo mais ou menos assim:

1)    Bonitinho: Nas primeiras vezes quando você percebe o ciúme acha super bonitinho, guti-guti e tcananã, afinal você vê que seu parceiro se importa, é aí que começa o perigo.
2)    Chato: De muito ocasional a coisa passa a ser mais recorrente, e começa a dar no saco. Toda hora é uma amolação diferente, e você já não acha nada bonito.
3)    Problemático: É aqui que o ciúme ganha nome, tamanho e telefone. Uma amiga ou amiga, ou mesmo conhecido vira o objeto de obsessão e tudo que acontece no mundo é culpa da tal fulainha/babaquinha.
4)    Doentio: Aí a vaca já foi pro brejo, brigas, agressões e pontapés podem fazer parte do metier e você só quer sair dali.

Claro, o problema vocês já conhecem, mas e as soluções? Eu sou do tipo que prevenir é sempre melhor que remediar, então do começo.
1)    Não de motivos:  fica muito mais fácil para quem você ama não sentir ciúmes se você não se achar o galã/diva do pedaço e sair dando em cima de todo mundo. Ninguém sente segurança em quem não passa segurança.
2)    Pequenos hábitos = grandes diferenças: OK, você está em um relacionamento é hora de começar a pensar como tal, coisas que antes não eram problema algum agora podem ser vistas com maldade pelo seu parceiro, evite dar caronas longas para indiviuos de outro sexo quando vocês estiverem sozinhos, tente criar uma distância maior das amigas ou amigos quando o assunto é físico, tem muita gente que tem por hábito abraçar, beijar (no rosto pô, se for na boca <mod chifres on>), sentar no colo e outras tantas coisas que muitas vezes quem está com você não acha nada engraçado, claro cada caso é um caso, eu estou apenas citando exemplos, mas este tipo de atitude evita também que pessoas as quais você não tem interesse romântico tenham a idéia errada sobre suas intenções.
3)    Falar ajuda: Isso funciona para ambos os sexos, mas tem um plus de importância nas mulheres. Fale sempre que você a(o) ama, fale de sua importância na sua vida e tudo que vier a posicionar ela quanto ao que você sente e quanto ao lugar dela(e) na sua vida, num mundo tão complicado onde ninguém sabe se é namorada/ficante/amiga colorida isso faz toda  a diferença.
4)    Seja sincero e jogue limpo: Já viu aquele seriado Worst week? O cara tem sempre a melhor das intenções, mas com suas mentiras sempre acaba que as pessoas pensam pior dele do que se apenas tivessem contado. Seja honesto sobre sua vida, mesmo com as coisas que você acha que não vão agradá-la. Mentir que está trabalhando enquanto está jogando bola com os amigos, nunca vai fazer com que ela chegue a esta conclusão caso ela cheque sua história, lógico que ele ou ela vão pensar que você está com outra ou outro. (Estou pensando seriamente em escrever em apenas um sexo, e vocês apenas compreendem que vale para ambos, pode ser? É muito chato esse ele/ela todo o tempo).
5)    Seja compreensivo e não condescendente: Compliquei nessa né? O que eu quero dizer é que você deve entender que algumas pessoas são mais inseguras que outras, mesmo você tendo todo o cuidado do mundo, mas nem por isso você deve simplesmente passar a mão na cabeça em tudo, é mais ou menos como filhos, você ama mas nem por isso deixa de corrigir quando necessário. Claro que não quero dizer que você deva passar sermão em ninguém, mas se você é fiel, joga limpo e faz tudo como deve é do seu direito ter um limite para o ciúme que você tolera na boa, no meu caso quando a relação entra no estágio do “chato” eu já tomo uma providencia.

Lembre-se de que como eu sempre digo cada caso é um caso e eu apenas tento colocar as regras gerais, ou pelo menos aquelas que o bom senso fala mais alto. Busque sempre no seu relacionamento com sua parceira o melhor caminho, buscando a vontade de Deus.
Um grande abraço!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s